CLUBE DA FILOSOFIA

 

 

 2017 - 2020

«Uma das mais valiosas contribuições que a Filosofia tem a dar ao diálogo da Humanidade, relativamente à educação cívica, é o modelo que os Filósofos oferecem de uma comunidade de investigação: os participantes, que discordam entre si, são profundamente conscientes de quanto aprendem uns com os outros. Enquanto acharmos que não temos nada a aprender, uns com os outros, a democracia permanece uma paralisia pluralística.»

 

Matthew Lipman

                                                                 

Porquê a criação do CLUBE DA FILOSOFIA no nosso Agrupamento?

 

Confrontamo-nos hoje, na sala de aula e noutros espaços escolares, com sérias dificuldades de concentração, do pensar e da aquisição de competências sociais suportes de atitudes responsáveis para uma autonomia no pensar e no agir.

 

Da conceptualização ao terreno

 

Este projeto funda-se na metodologia da Filosofia com Crianças e Jovens (FcCJ) criada pelo filósofo e Professor Matthew Lipman. Defende como princípio essencial uma aprendizagem de valores e atitudes vivida numa «comunidade de investigação». Tem por finalidade, o desenvolvimento de competências pessoais e sociais estruturadas ao longo de um processo de enriquecimento interativo dos jovens nele envolvidos, ampliando os seus universos cognitivos, simbólicos e valorativos.

A aquisição das referidas competências supõe a construção de atitudes de cidadania, estruturadas na procura comum de um pensar, um sentir e de um agir em comunidade, disponibilizando aos alunos instrumentos linguísticos, para o desenvolvimento do raciocínio reflexivo e crítico, no sentido da assertividade e consequente respeito pela diversidade de pontos de vista.

 

A FcCJ defende a tese de que o desempenho das competências cognitivas, axiológicas, linguísticas e comunicativas se aperfeiçoa através do exercício dessas mesmas competências, em contextos situacionais multiculturais, como é o da nossa escola, através de dinâmicas nas quais os jovens experienciam várias racionalidades em confronto.

A metodologia da FcCJ, pelos conteúdos que vai explorando e os conceitos operatórios utilizados (pessoa, verdade, respeito, liberdade, realidade, aparência, identidade, diversidade, cultura, cidadania) permite aos jovens uma aprendizagem enriquecedora do pensar, do estar e do ser em comunidade.

 

Estas situações reflexivas permitem tornar os alunos sensíveis à heterogeneidade cultural, em toda a sua amplitude, através de troca de saberes, de padrões de comportamento e de códigos de comunicação, confrontando-se com premissas de argumentação que dão visibilidade à incompletude dos vários contextos socio culturais e enriquecem o património comum.

 

Porquê a escolha da designação de Clube da Filosofia?

 

Clube da Filosofia como espaço lúdico onde o aluno aprende, através de uma metodologia de descoberta, numa comunidade de investigação onde todos se entreajudam para que o «jogo das ideias» se desenvolva como uma construção coletiva, em que cada um dá o seu contributo.

Finalidade

 

Desenvolver competências pessoais e sociais que vão respondendo às dificuldades de integração.

 

Objetivos

 

  • Praticar a expressão oral e escrita

  • Descodificar e codificar os textos

  • Experienciar a competência comunicativa

  • Adquirir a competência argumentativa

  • Desenvolver a auto estima e o respeito mútuo

 

Metodologia

 

Simulação, na sala de aula, de uma «comunidade de investigação» assente em três momentos do ciclo filosófico:

 

  • Leitura partilhada

  • Problematização

  • Diálogo filosófico, partindo das questões escolhidas para investigação, quer a nível formal quer dos conteúdos

Intervenientes  

 

Escola Gil Vicente - 1 Turma piloto ao longo do 3ºCiclo de escolaridade: Anos 7º / 8º / 9º

                                    A professora de filosofia – Mª José Tomé

                                    A Diretora da turma – Manuela Nunes

 

Escola Básica de Sta. Clara - As turmas do 4ºAno de escolaridade

 

Escola Básica do Castelo – 1 Turma do 4ºAno

                                                A professora Ariana Furtado

 

Recursos bibliográficos

 

  1. «Metadiálogos» – Gregory Bateson, Gradiva

 

  1. «A descoberta de Aristóteles Maia» – Mattew Lipman - ed. Colibri, 1994

 

  1. «PIMPA» - Mattew Lipman - ed. Colibri, 1994

 

Avaliação do Projeto nos anos de 2017/2018 e 2018-2019

 

Instrumentos de avaliação

 

  • A observação do envolvimento dos alunos, na sala de aula, face às dinâmicas de aprendizagem que foram sendo propostas;

  • O questionário feito aos alunos no final de cada ano letivo.

 

Conclusões

 

Na escola Gil Vicente, o Projeto do Clube da Filosofia, foi desenvolvido, este ano, com o mesmo entusiasmo do ano anterior, a ponto dos alunos, nos inquéritos, terem expressado boas expectativas para a disciplina de Filosofia no 10ºANO.

Outra positividade, revelada nas respostas dos alunos, foi a influência das atividades, nas sessões do Clube da Filosofia, para as aprendizagens em outras disciplinas como Ciências, História, Geografia e Português.

Manifestaram também que o Clube da Filosofia «desenvolveu a nossa capacidade de raciocínio» e ensinou «a respeitar as respostas que os meus colegas davam (…) de modo que todos pudéssemos esclarecer essas dúvidas».

Quanto à pergunta, Gostarias de continuar com o Clube da Filosofia, para o próximo ano?, entre outras respostas, destaco as razões mais recorrentes para o desejo da continuação do Clube:

  • «(…)ajuda a percebermos que às vezes não há quem esteja certo ou errado»;

  • «(…)ajuda-nos a desenvolver a nossa vida (…) além disso é uma boa matéria para perguntar as coisas filosóficas que nós sentimos vergonha de perguntar»;

  • «(…) É interessante expandir a nossa forma de pensar para além de ser uma experiência diferente no meio do horário escolar.»;

  • «No Clube da Filosofia nós aprimoramos os nossos argumentos. Descontraímos sem perder a dinâmica da aula e aprendemos a respeitar a opinião dos outros».

Nas outras escolas do Agrupamento, embora o Projeto, aplicado ao 4ºAno, só tenha iniciado este ano letivo, teve o mesmo entusiasmo por parte de alunos e professores. Nas conversas com outros professores de outras disciplinas e com o professor responsável pela Biblioteca Escolar, que esteve sempre presente nas sessões, Dr. Joel Casteleira, os alunos manifestavam a sua alegria por estarem a participar num clube de filosofia.

© 2017 por Agrupamento de Escolas Gil Vicente. 

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Google+ Social Icon